Discurso de posse de Maria Clara Cavalcante Bugarim

Biografia   |   Discurso de posse   |   Artigos  |   Currículo


maria-clara-bugarim

Ao longo da minha vida, venho colecionando alguns desafios, mas confesso que nenhum deles foi maior do que o de conquistar o assento em uma das dignas Cadeiras da Academia Brasileira de Ciências Contábeis, onde se faz presente uma plêiade de intelectuais que trabalham pelo engrandecimento da cultura contábil brasileira, destacando-se pensadores de alto quilate, pesquisadores, escritores, autores de livros e detentores da medalha João Lyra.

Mas por obra do destino, ou mesmo pela benevolência divina, hoje tenho a honra de não somente assumir a Cátedra n.º 18, como acadêmica e patrona, mas também de dirigir esta egrégia Casa de Pensadores, que hoje carinhosamente me abraça e que deposita suas expectativas no meu trabalho.

Ao ver-me alçada como neo-acadêmica a essa distinta turma, com tão proeminentes profissionais da contabilidade, portadores de notório saber, renome e sapiência, que me acolhem com a máxima deferência, comungo, por dever, a minha indisfarçável emoção nesta magna Solenidade para assumir tão elevado posto.

Diante desta elite cultural, formada por 80 imortais, em um ato de reconhecimento pelo apoio, não posso me furtar de fazer um agradecimento especial àqueles que indicaram o meu nome para compor esta Academia.

Sem medo de errar, considero que o meu ingresso nesta prestigiosa entidade é fruto da generosidade, especialmente, dos amigos Antoninho Marmo Trevisan e professor Antônio Lopes de Sá.

Tenho a mais absoluta certeza em afirmar que esta nova administração, na qual me incluo, encontra-se plenamente preparada para assumir o compromisso que doravante recairá sobre suas mãos, qual seja o de promover a valorização educacional, cultural e profissional e o desenvolvimento filosófico, científico e tecnológico das Ciências Contábeis.

Ao ingressar nesta agremiação de notáveis e ao estar ciente dos desafios que este nobre encargo me impõe, tenho por primordial e ingente compromisso trabalhar pela implantação das Academias Regionais em cada unidade da Federação, com a finalidade de disseminar e fomentar a cultura contábil local, visando ao fortalecimento e à valorização da classe contábil brasileira.

Imbuídos desse espírito renovador, trabalharemos também, entre outras frentes, para o fortalecimento de nossa imagem institucional, estreitando os laços com o Conselho Federal de Contabilidade, a Fundação Brasileira de Contabilidade, as Instituições de Ensino Superior e todo o sistema contábil brasileiro.

Meus caros confrades e colegas,

Desde a sua fundação, em 1980, em Curitiba (PR), pelo contador Ivo Malhães de Oliveira, a Abracicon vem se mantendo fiel a um de seus maiores objetivos, que é a busca do investimento permanente no “patrimônio intelectual” de nossa classe. Esse é o nosso papel enquanto Academia!

Nesse sentido, coloco-me à disposição dos nobres imortais para a realização de ações salutares e, dessa forma, desenvolvermos grandes oportunidades de crescimento dos profissionais.

Assumo, pois, o compromisso, como fiel colaboradora, de zelar pelo nome desta egrégia Casa e de trabalhar para a consolidação das Ciências Contábeis como a profissão deste século.

Por fim, resta-me, neste momento, expressar o meu mais sincero “Muito Obrigada” pela prodigalidade com a qual o escol das Ciências Contábeis brasileira teve a condescendência de me conferir.